Afinal o radialista Júnior Ferreira está e estará de qual lado nas eleições?

em Cidade/Destaques/Política por

Balao-Opiniao

“A Política Carandaiense Sem Rosto”

 

Desde que iniciei meu trabalho a frente da Rádio Alternativa em Carandaí, há dois anos, muitos me param pelas ruas e me perguntam: Júnior você está de qual lado? O Verde ou Amarelo? Eu sempre respondi e continuo respondendo que eu não sou nem Canarinho, Nem Mandruvá, apesar da minha grande ligação com PSDB de João Monlevade e Itabira minha terra natal.

Em João Monlevade trabalhei nas duas rádios AM/FM, fui filiado ao grupo político do ex-prefeito Carlos Moreira e de Mauri Torres, hoje desembargador do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais. Em Itabira trabalhei para o PSDB na campanha de 2012. Quando me transferi pra Carandaí deixei lá as portas abertas, resultado de um trabalho bem desenvolvido. Em outra oportunidade já informei que no momento não estou filiado há nenhum partido e nem recebi nenhum convite para filiar.

Recentemente transferi meu título de eleitor para Carandaí, por entender que nesta cidade eu moro com minha família, onde minha filha estuda, tiro o meu sustento com muito trabalho, além de um povo maravilhoso, que me acolheu com muito carinho. Por essa razão tenho uma responsabilidade como cidadão de escolher um futuro melhor e por entender que posso contribuir de alguma forma com desenvolvimento da cidade, transferi o meu título de eleitor.

Uma questão interessante que tenho observado já algum tempo é no que se refere à oposição. Enquanto alguns são do quanto pior melhor, outros “opositores” ao governo do Professor Pelé esconde sua identidade. Simplesmente criam fakes, alguns risíveis, para fazer ataques, neste último final de semana recebi através do Aplicativo de Mensagens Instantâneas de smartfone uma sonora e vídeo intitulado “Jornal Papo Reto” difundindo supostas escutas telefônicas com pessoas que estão sendo investigadas na Operação Transparência da Policia Civil. Durante a exibição percebi que a locução foi realizada através de programa de computador utilizado para deficientes visuais e no trecho que supostamente seja uma conversa entre dois investigados está com áudio distorcido sem um possível reconhecimento de voz das pessoas.

Em minha opinião quem pode realmente confirmar se os áudios são das pessoas envolvidas é a Pericia Técnica da Polícia Civil e o mais importante provar o que realmente está sendo falado nesses áudios é verdade. Fazer acusações com tantas coisas sendo investigada é no mínimo de muita irresponsabilidade de quem as publica, esconder o rosto e a voz ainda mais. Quando a Polícia Civil finalizar as investigações ou for passando o que foi realmente comprovado aí sim se ganha credibilidade.

Por outro lado também vejo pessoas que se escondem nos Fakes defendendo o “Governo do Professor Pelé”, atacando os Mandruvás e também fazendo críticas em algumas reportagens que postei no Carandaionline. Há duas semanas uma Carta “Anônima” (que também não tem rosto) enviada via sedex para as autoridades do município foi alvo de polêmicas envolvendo ataques e denúncias de corrupção, irregularidades, porém atingindo outros personagens da política Carandaiense, que serão apuradas pela Polícia Civil.

Não sou contra oposição, é uma das melhores coisas que existe. Tem muita gente digna de respeito hoje na oposição no Brasil. Ela é importantíssima, mas para exercê-la com dignidade é preciso ter virtude.

Ter certos princípios. Ser oposição é ter, acima de tudo, responsabilidades. Não é simplesmente atacar tudo gratuitamente.

Eu sou oposição sim ao Governo do “Professor Pelé”, mas sempre respeito os limites, a coerência, e ao adversário no campo das idéias, nada pessoal. Sempre debati no campo ideológico. Costumo dizer que sou “Opositor Realista”, mas nem por isso sou Mandruvá, ou farei uma futura composição com Clairton Dutra, o Kiko, ou Doutor Moacir, como muitos dizem por aí. Independente de quem está, ou estará no poder eu sempre defenderei meus ideais e o bem comum para o desenvolvimento de todos.

Eu fico pensando como pode alguém querer mudar o que não concorda, se ele nem mesmo tem a dignidade de mostrar seu rosto?  Quem está falando sobre o outro para que a comunidade possa avaliar se ele tem credibilidade suficiente para fazê-lo? Como colocar no poder quem não tem coragem de mostrar quem é e o que pensa?

Cobram do outro uma atitude correta, o acerto o tempo todo, mas se colocam a margem da lei, numa prática diária de ataques, sem aparecer. Postura que demonstra, no fundo, uma frustração e uma realidade triste da Política Carandaiense que no momento não se discute no campo das idéias, do desenvolvimento, do futuro, apenas ataque x defesa de ambos os lados.

Carandaí tem, como várias cidades, bons opositores, pessoas de bem. Mas, esses que ficam ocultos, essa oposição e situação sem rosto, só faz mal para a cidade, pra situação e para a própria oposição.

Texto Assinado não representa a Opinião do Site Carandaionline.com.br : Junior Ferreira é Radialista e apresentador do seu programa que vai ao ar pela Rádio Alternativa de Segunda a Sexta as 08:00

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*