Presidente da ALMG Deputado Adalclever Lopes recebe empresários com propostas para enfrentar a crise

em Destaques/Minas Gerais/Política por
Foto: Assessoria ALMG
Foto: Assessoria ALMG

Desburocratização. Esse foi o principal pedido feito por representantes do setor de comércio e serviços ao presidente da Assembléia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Adalclever Lopes (PMDB), durante encontro realizado nesta segunda-feira (31/8/15). Segundo as lideranças presentes na reunião, a simplificação da relação entre empresas e governo seria a melhor maneira de superar a crise que o País enfrenta.

Menos impostos para gerar negócios e empregos. Com o intuito de propor mudanças na relação entre Estado e empresas, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Minas (ACMinas), Lindolfo Paolilello, entregou ao presidente da ALMG um estudo com propostas de simplificação e padronização do sistema tributário. Segundo ele, o material é um conjunto de sugestões que poderiam contribuir para a reformulação da legislação estadual, especialmente no que diz respeito às questões tributárias.

Os representantes dos empresários ressaltaram ainda que a crise atualmente enfrentada pelo Brasil é muito ligada à falta de confiança dos onsumidores. Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Bruno Falci, as pessoas continuam tendo recursos para consumir, mas não o fazem com medo do futuro. Ele ainda criticou o baixo crescimento econômico do País. “O Brasil é tido como um país em desenvolvimento. Mas um crescimento de 2 ou 3% ao ano não é aceitável. Deveríamos crescer 7 a 8%. Por isso, precisamos criar um ambiente favorável”, destacou.

Para Adalclever Lopes, o País sofre de falta de diálogo entre o Governo e o empresariado. “Nossa principal tarefa é ver o empresário como parceiro e não como caixa eletrônico”. Como uma forma de começar a reverter esse quadro, ele propôs a realização de um Ciclo de Debates para ouvir o que os empresários têm a dizer e convidá-los a participar da construção da legislação estadual.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*