Jovens são convidadas para festa, atacadas a machadada em sítio e correm risco de morte

em Destaques/Região Por

Duas adolescentes moradoras de Conselheiro Lafaiete ficaram gravemente feridas ao serem atacadas em uma tentativa de homicídio ocorrida na madrugada de sábado 04/08 num sítio em Itaverava. A crueldade do ataque, sem dar chances de defesa ás vítimas, lembra um filme de terror.

Convite pra festa

Um rapaz (D.A.L) informou que estava num bar no bairro JK, quando um amigo chamado por J.V.G convidou para irem uma festa em Catas Altas da Noruega. Assim, eles e outro colega (A) se dirigiam para a cidade vizinha quando J.V disse que tinha convidado via whatsapp duas meninas para irem juntas. O grupo chegou à festa já por volta de 1h30min da manhã de domingo, onde consumira bebida alcoólica e ficaram até por volta das 3 horas.

O ataque

Saindo da festa o grupo de três rapazes e as duas meninas foram para um sítio de propriedade da avó de um deles, localizado na região do Macuco, em Itaverava, onde consumiram mais bebida alcoólica.

O que ocorreu em seguida foram momentos de terror para as garotas. Enquanto aguardavam um dos rapazes arrumar as camas para dormirem, as meninas ficaram assentadas em um sofá na sala. Foi quando, segundo os relatos, J.V, de posse de um machado, apagou as luzes externas do sítio e as luzes da sala e começou a golpear as meninas.

Os outros dois rapazes entraram em luta corporal com J.V na tentativa de desarmá-lo e salvar as vítimas de serem mortas.

Um deles tentou controlar o agressor enquanto o outro colocava as vítimas num carro.

Fuga

No caminho para a policlínica municipal, na serra de Itaverava J.V que estava sendo contido por A no banco dianteiro mordeu o colega, pulou do carro e saiu correndo pela estrada, tomando rumo ignorado.

Lesões graves

De acordo com os médicos, as vítimas sofreram lesões graves e corriam risco de morte. Uma delas apresentava lesão exposta no joelho esquerdo e na testa, com perda de tecido, além de uma lesão grave no olho direito.

A segunda vítima apresentava lesão contusa na nuca, exposição e fratura ósseas.

As duas vítimas apresentavam sintomas de risco de choque hipovolêmico e foram encaminhadas para o Hospital Regional de Barbacena em estado grave.

Prisão

D.A.L permaneceu na policlínica para dar entrada das pacientes e entrou em contato com familiares delas e de J.V, que acabou sendo localizado andando pelo acostamento da rodovia sentido Conselheiro Lafaiete. Após ser levado ao bairro JK, entrou em um veículo Kadet juntamente com o pai e tomaram rumo ignorado.

Ainda no bairro Jk, policiais localizaram o veículo usado para transportar as vítimas do sítio a policlínica. D.A.L assumiu ser proprietário do veículo. Levado à delegacia, ele prestou depoimento e foi liberado. O carro foi removido pelo fato de estar envolvido no crime.

Motivação

O que teria levado alguém a cometer um crime tão violento? Segundo informações extraoficiais, a suspeita é de que o autor, de 16 anos, entendia que as vítimas queriam separá-lo de sua atual namorada, e que por este motivo teria realizado a ação criminosa.

Com informações de Gina Costa

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*